A LIÇÃO DA MORTE

A LIÇÃO DA MORTE

“Vivendo e aprendendo”
(Sabedoria Popular)

🎼“Além da vida que se tem/ existe uma outra vida além/E assim o renascer/ Morrer não é o fim…”🎼🍃🌷🕯💡

A Sabedoria Popular tem razão: estamos vendo, 👀 a cada dia que está a passar, que vamos sempre “Vivendo e aprendendo”.

Observamos 👁👁 que podemos encontrar alegria 😊 no patamar da lição coerente que estamos aprendendo em alguns instantes, tão humildemente, com os que vão morrendo antes da gente.

Podemos ter a sorte de aprender a nos livrar da tristeza e devemos manter o forte prazer que insiste em nos dar uma certeza para nós devida: a morte não existe.

Há vida 💡 após a vida… 🍃🌷🍀🕯💡

Paulo Marcelo Braga
( Salvaterra, 06/11/2016)

ALÉM DO HORIZONTE
🧔🚿🎶🎵🎼💕✨🌟
“Além do Horizonte deve ter
algum lugar bonito pra viver em paz…”
Composição:
Roberto Carlos
e Erasmo Carlos
Desafinação:
Paulo Marcelo Braga

RACISMO BRASILEIRO & NEGATIVISMO POLITIQUEIRO

RACISMO BRASILEIRO & NEGATIVISMO POLITIQUEIRO

O assassinato de João Alberto Silveira Freitas, (Foto 1) um quarentão de cor preta, no estacionamento de um supermercado, da rede Carrefour, localizado em Porto Alegre, de fato, gerou uma porção de radical treta em que mais de um time do “achismo” se envolveu.(1)

Até o momento, não está confirmado se a motivação do crime foi racismo ou ocorreu devido a rixa pessoal entre os assassinos e o falecido. O assassinado tinha extensa ficha criminal.(2)

O intento descarado de quem negue a questão racial e aceita o fingimento divulgado, com o “disse-que-me-disse” da incoerência politiqueira, pela idiotice da presidência do Brasil, e acatado pelo general falastrão, empossado na vice presidência brasileira, de que “Não existe racismo no Brasil!”, (3, 4) aponta o apelo da oficial enganação, que insiste no negacionismo imbecil e na afronta, sem zelo racional, pela situação triste, que repercutiu mal, em todo o mundo. (5)

A socióloga Flavia Rios, (Foto 2) professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) é uma sábia de brios, contestadora da falsidade governamental, que se convence ao refutar o acinte e afirmar o seguinte:

“A declaração do vice-presidente da República é totalmente ancorada no discurso da ditadura militar, quando se dizia que no Brasil não havia racismo, que isso era algo de fora, importado, vindo dos EUA. E a fala do presidente Jair Bolsonaro segue a mesma retórica.”(6)

Com a repercussão do “caso João Alberto”, fluiu um som de desconsideração, de descaso, na publicação de um manifesto de um internauta negacionista do racismo, da confraria de Jair “Bilé” Bolsonaro. (Vídeo) E ele ouviu o que não queria ouvir, é claro. (Anexos 1, 2 e 3)

“Esse negro é bom demais. Certamente deverá ocupar um cargo junto com Sérgio Camargo na fundação Palmares ou é descendente de capitão do mato”
(IRTON DA SILVA SANTANA)

“Legal mano mas quando dizemos Vidas negras importam, queremos dizer que as vidas negras importam tanto quanto a dos brancos. É uma questão de interpretar. Mas vejo mtos distorcendo a frase em um sentido egoísta. E o Brasil é racista sim”
(Manu G)

“Gente… Quanta ignorância mds… Pior é ver, em grande maioria,pessoas brancas concordando. Dizemos: Vidas negras importam. Não que APENAS vidas negras importam!!”
(iamquequel)

JC Pimenta, autor do vídeo citado, faz chacota e enfrenta quem o tem criticado. Como um capataz, ele adota a característica da grosseria insana de “gado” da política confraria bolsonariana.

Lembro que, no início do mês de novembro, Pimenta, apelidado de “capitão do mato”, fez um “comício”, recheado de agressão e desacato, contra uma aguerrida educadora e chegou a fazer, covardemente, insulto zombeteiro, contra a falecida vereadora Mariele, (Foto 3) na lida idolatradora de defender o presidente bruto brasileiro. (7)

Eis o teor da publicação de desacato, que fez o fã do presidente, isto é, o agressor “capitão do mato”, no afã insolente do rito de má fé, no furor do rito sujo, no grito esquisito de idolatrador do dito cujo “mito bilé” :

“Uma militante travestida de professora de Santa Catarina uma ESTRUBOSTA acusou em live Bolsonaro de mandar matar a abortista, safada, defunta, Mariele, uma babaca dessa deve ser expulsa e processada por calúnia, difamação, injúria e pagar na cadeia as infames dita por essa boca de vala.”(Anexo 4)

Mariele Franco, que fez história, outrora, sofreu emboscada e morreu assassinada, teve sua memória, agora, desrespeitada, pelo tal Pimenta, “evangelista fariseu” da “manada” radical, nojenta, bolsonarista…

O ridículo se diz “cristão”, mas é um caricato, fatídico, infeliz fanfarrão, capataz tão nefasto e “capitão do mato”

O referido palhaço afoito fez indevido estardalhaço e foi desrespeitoso sobre o corrido “na noite de 14 de março de 2018”.

A morte da vereadora psolista (e de seu motorista, Anderson Gomes) teve forte repercussão internacional e bons nomes do jornalismo investigativo brasileiro, Chico Otavio e Vera Araújo, escreveram uma publicação (Anexo 5) de real brilhantismo, sobre o motivo verdadeiro do crime político e sujo.(8)

Recordo que o radical plano provocante, da má fé sofrível, do modo operacional bolsonariano, é semelhante e previsível.

O falso moralismo político e religioso é um traço do bolsonarismo fatídico, raivoso, raquítico, horroroso…

Os eleitores fanáticos são arrogantes oradores opiniáticos tão semelhantes.

Vale ressaltar que a infeliz maior parte da “manada raivosa” não é capaz de elaborar o menor argumento que importa, num debate, e diz o pior disparate da presepada mentirosa, do maior xingamento idiota.

Sinceramente, quem negaria que o “gado”, aprisionado pela corrente da “mitologia”, é identificado facilmente, pela hipocrisia, além do trejeito do palavreado, sem empatia, sem respeito adequado???

A “cambada” do Jair está sempre “mugindo” ofensa, esbraveja, fanaticamente, empenhada em ir agredindo quem pensa diferente e digo que tem o prazer de brigar com amigo e até com parente para defender e idolatrar o bilé presidente …(Anexo 5)

Essa imagem, com a legenda, de autoria desconhecida, circulou em vários grupos virtuais

Recentemente, uma mulher fez ataque de injúria racial, imbecil e homofóbico contra um casal homossexual, numa padaria conceituada paulista. (Vídeo 2)

Posteriormente, com o destaque virtual e logo se descobriu, lógico, que a agressora (10) seria da “manada” bolsonarista. (Anexo 6)

Ou seja: comprovadamente, a “manada” bolsonarista é ilógica racista e homofóbica! E, hipocritamente, vai à igreja, é “crente” e/ou “católica vigarista”, considerada metódica e evangelista, condicionada, pela “lógica conservadorista”, a rotular de “esquerdista comunista” a contestação necessária, até a mesmo a que é oposicionista, sem vinculação partidária …

A postura de quem idolatrar a insolência do bolsonarismo é imbecil! A peste da criatura que duvidar da existência do racismo no Brasil compete tentar reavaliar o que tem dito, na fissura de abusar da incoerência do negativismo imbecil, como marionete de tagarelar bem maldito.

Uma parcela do povo brasileiro, que é “papagaio insano de balela” e novo lacaio bolsonariano, com a cor da pele preta, principalmente, que tem a característica de bom promotor de treta inconsistente, sem nenhuma verídica indignação com todo o racismo evidente e claro, que existe no Brasil, e faz bajulação ao som de negativismo do presidente Bolsonaro, é imbecil demais.

Essa é a minha opinião apartidária que, salvo melhor juízo realista e racional, expressa a rimadinha ação necessária ao alvo do maior prejuízo racista nacional.

Eu não acato opinião de um bravo escarcéu de “capitão do mato”, de “escravo de coronel”, desdenho de quem tem grito fanatizado, robótico, de qualquer uma cor, sexo, crença, ideologia…

Eu me mantenho sem “mito” idiotizado e mitológico, que tiver furor, complexo e imensa hipocrisia, arremedada, por seguidores fanáticos, por “gados”, apaixonados pela lábia da falsária oratória politiqueira, e contestada, pelos eleitores enfáticos, respaldados nos legados da sábia e apartidária história verdadeira.

O Brasil é uma nação racial, onde sempre repercutiu uma questão real, que se esconde na imbecil afirmação parcial de negativistas descarados, de racistas dissimulados e/ou evidentes, aprisionados nas correntes da politicagem discriminatória, idolatrada por uma cambada idiota da hipocrisia fanática, como deprimentes imagens da história, registrada como importa, na teoria e na prática…(9)

É demais triste, enfim, o infeliz e sectário negativismo de quem diz o contrário, mas existe (sim!) ordinário racismo neste país!

O humanismo verídico, honroso e bem lógico, desprezado pelo fanatismo político e religioso, de quem se serve também de um homofóbico ruído de falação preconceituosa e desordeira, haverá de ser valorizado pela população poderosa brasileira.

O que fazer, porém, para acabar com tal traço nocivo de afronta e despeito radical raivoso?

Saber votar bem é dar um triunfal passo evolutivo, contra o preconceito racial, sexual e religioso… Amém! 🙄

Paulo Marcelo Braga 📜✍️
(Belém, 23/11/2020)⏳🕦✨

Referências Bibliográficas:
(1)
“Na véspera do Dia da Consciência Negra, outro negro é morto em supermercado”
👇
https://noticias.uol.com.br/colunas/leonardo-sakamoto/2020/11/20/na-vespera-do-dia-da-consciencia-negra-mais-um-negro-foi-morto-em-mercado.htm

(2)
“Homem morto em Carrefour no RS tinha antecedentes criminais”
“De acordo com a polícia, João Alberto Silveira Freitas tinha antecedentes por violência doméstica, ameaça e porte ilegal de arma”
Pleno.News
20/11/2020 20h48
👇

Homem morto em Carrefour no RS tinha antecedentes criminais

(3)
“Bolsonaro ignora impacto do caso Carrefour e segue negando racismo no Brasil”
“Governo mantém postura adotada desde o assassinato de João Alberto Silveira Freitas em supermercado. Entidades, políticos e juristas se posicionam contra negacionismo do racismo estrutural”
👇
https://brasil.elpais.com/brasil/2020-11-21/bolsonaro-ignora-caso-impacto-do-caso-carrefour-e-segue-negando-racismo-no-brasil.html

(4)
POLÊMICA
”No Brasil, não existe racismo”, diz Hamilton Mourão sobre morte de homem negro no Carrefour
João Alberto Silveira Freitas morreu após ser espancado em supermercado, e a declaração de Hamilton Mourão gerou revolta nas redes sociais
👇
https://tvjornal.ne10.uol.com.br/noticias/2020/11/20/no-brasil-nao-existe-racismo-diz-hamilton-mourao-sobre-morte-de-homem-negro-no-carrefour-199151

(5)
Jornais estrangeiros repercutem assassinato de homem negro em supermercado brasileiro

‘Espancamento selvagem’, ‘onda de indignação’: veja como a imprensa internacional retratou a morte de João Alberto Silveira Freitas em um mercado da rede Carrefour em Porto Alegre.
Por G1
20/11/2020 22h07
👇
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2020/11/20/jornais-estrangeiros-repercutem-assassinato-de-homem-negro-em-supermercado-brasileiro.ghtml

(6)
O “comício”, recheado de agressão e desacato, do “capitão do mato”
👇
https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=377276167033776&id=100042541869738

(7)
Bolsonaro e Mourão reproduzem discurso racial da ditadura militar, diz socióloga
Ao negarem racismo no país, presidente e vice ecoam ideia de democracia racial defendida pelo regime, afirma Flavia Rios
👇
https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/11/bolsonaro-e-mourao-reproduzem-discurso-racial-da-ditadura-militar-diz-sociologa.shtml

(8)
“A morte de Marielle Franco”
“Os bastidores do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes são tema de livro reportagem
👇
http://www.observatoriodaimprensa.com.br/a-morte-de-marielle-franco/os-bastidores-do-assassinato-de-marielle-franco-e-anderson-gomes-sao-tema-de-livro-reportagem/

(9)
Mulher é presa por injúria racial, lesão corporal e homofobia contra funcionários e clientes de padaria em SP; veja vídeo
👇
https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/11/22/mulher-e-presa-por-injuria-racial-lesao-corporal-e-homofobia-contra-funcionarios-e-clientes-de-padaria-em-sp-veja-video.ghtml

(10)
“Agressora homofóbica da padaria”
👇
https://m.facebook.com/groups/639278303596303/permalink/776631979860934/

(11)
Racismo: como a educação brasileira acentua desigualdade racial e apaga os heróis negros da história do Brasil
👇
https://www.bbc.com/portuguese/brasil-55032588

PARODIANDO, CANTANDO E DESAFINANDO

🗣🎙🎶🎵🎼

Ora, se você quiser se divertir, invente suas próprias canções…” (Renato Russo)

Por Cristo, eu me divirto aqui
com tudo que tenho visto ali…😊😀😁😂

Quem demais briga ou leva uma discordância para o lado pessoal, vai atrás da intriga, sempre se enerva, perde toda a sustância, tem se dado mal e se atolado na tola arrogância.

Enquanto digo que tenho visto gente na briga e no desencanto antigo, no desatino da deprimente intriga, eu me divirto, 😊😀😁😂 canto, desafino 🗣🎙🎶🎵🎼 e sigo em frente…🚶🏃

Distante
da discussão
arrogante
da difamação,
vou desafinando: 🗣🎙🎶🎵🎼
O QUE É TEU É MEU

🤗😊😁😂
parodiando
“BATEU E VALEU”,

🎶🎼O que é teu é meu, vou já iluminar todo esse breu…💡 O que é teu meu… Acontece realmente que tudo se perdeu. Pensei em procurar,🔎 procurei pelo mundo sem encontrar. Senti a sensação que me fez chorar de decepção. 😭 O que me fortalece 💪 é a tua alegria. 😊😋😁😂 Fortalecemos os assuntos ao brincar. Sem que acabe a triunfal parceria, quem nos persegue nós iremos evitar.

Se chorei e sofri uns pesadelos medonhos, 😨😱 é hora de ter o prazer de sonhar 😋 🤗 com a boa sina…😊 Se sonhando, 😴a gente goza, 😙 suponho, 🙄 não há perigo de engravidar…🎼🤗😉😊😋😀😂

Paulo Marcelo Braga
(Belém, 23/11/2016)

PS: Parece que o refrão de uma canção da “Legião” fortalece a criação de uma composição: “Ora, se você quiser se divertir, invente suas próprias canções…”

Então, que tal insistir
numa diversão musical
e sorrir da situação atual? 😋😂

Paulo Marcelo Braga
(Belém, 23/08/2017)

O BENEFÍCIO DA LEITURA

O BENEFÍCIO DA LEITURA

O exercício da leitura é a arte que tem gerado o benefício da postura no debate bem educado.

Se alguém nem gosta de ler também se desgosta ao perder um debate com a boa opção de quem aposta em manter a arte e o dom da ponderação.

Uma criatura que tem prazer de ler sempre aprende a praticar certamente uma postura que convém para ser aprendiz e se despreende, ao criticar livremente, a fissura de quem fala sem saber o que diz, e repreende todo o tagalerar incoerente.

O prazer de ler é, em parte, a melhor arte de se aprender a vencer qualquer debate!

Se alguém obtém, lendo, legal conhecimento, nem se prende ao horrendo condicionamento, ao amém, imposto pela “religião”, pela política e, afinal, tem o gosto de uma libertação verídica de ser triunfal no posto da discussão analítica, para vencer um bom debate e alguma lida dura, que encara, com poder da arte obtida na leitura.

Paulo Marcelo Braga 📜✍️
(Belém, 22/11/2020)⏳🕝☀️

CUCHE, EGUCHI!🐷

CUCHE, EGUCHI!

CUCHE, EGUCHI!🐖

“Filhote” de Bolsonaro no Pará quer ver sacaneado o povão trabalhador forte e, claro, haverá de ser enxotado na eleição.

CUCHE, EGUCHI!🐷
Fundo musical:
🎶Belém-Pará-Brasil🎶
Refrão desafinado
por Paulo Marcelo Braga

Candidato a gestor da capital do Pará demonstrou ser imundo e, num ato bajulador a industrial, abusou do desacato difamador radical e chamou de vagabundo o trabalhador municipal. O acinte do porco levou o seguinte troco: Vagabundo é o teu cu, imundo e bilé brucutu!🤬

Toda a arrogante presepada malina e sacana, do representante da manada suína Bolsonariana não terá atenuante.

Belém do Pará está indignada. Então, a prosa do arrogante nem convém e deverá ser enxotada.

Eguchi, o candidato a prefeito de Belém, pelo partido “Patriota”, de fato, tem feito bem o apelo atrevido, idiota, caricato, sem respeito e sem zelo devido, que adota o ato, que vem do desmazelo inserido no despeito de uma patota que faz idolatria, é claro, a incapaz hipocrisia do bilé Bolsonaro.

O referido delegado federal tem sido o insolente “gado” municipal do imbecil e negligente presidente tresloucado radical do Brasil.

O filhote bolsonariano supracitado, que tem um porte puritano falsificado, representa a discriminação e a parcialidade de uma nojenta falação covarde contra a nacional população bacana de baixa renda. Com sua afronta, o tal fanfarrão sacana se encaixa na “tenda” da falcatrua tonta da radical gestão bolsonariana.

Belém é uma cidade que tem respeito e empatia legal por quem, por direito e garantia constitucional, recebe auxílio governamental.

Candidato que fez desacato as leis não deverá ser eleito até aprender a ter solidariedade e respeito, por quem está sofrer e merecer caridade.

Esse desqualificado discriminador sectário, que tem interesse de ver sacaneado o trabalhador, comunitário, parece viver (e vive) apaixonado por explorador empresário e merece ser, inclusive, condenado pela história política do Estado do Pará, por ter abusado da oratória crítica de afamado blablablá contra o trabalhador…

Já basta a antipática e opiniática casta fanática que existe na gestão do Brasil. Belém não haverá de eleger quem está a querer o poder sectário para enriquecer ainda mais o estorvo de empresário explorador e prender na berlinda funesta e ilegal, o capaz povo solidário e trabalhador desta capital…

Cuche, Eguchi!

“Vade retro satana”, com teu manifesto sacana! “Vade retro”, filhote de satanás, com teu manifesto fracote demais…

Eu me mantenho sem “mito”. E tenho dito…

Paulo Marcelo Braga 📜✍️
(Belém, 22/11/2020) ⏳🕦✨🌧️

QUEM SERÁ O NOVO GESTOR DE BELÉM DO PARÁ?

QUEM SERÁ O NOVO GESTOR DE BELÉM DO PARÁ?

🎶Mamãe, não quero ser prefeito/Pode ser que eu seja eleito/E alguém pode querer me assassinar🎶 (Raul Seixas)

A fissura eleitoral pela prefeitura da capital está acirrada. Troca de acusação, blablablá que não dá em nada, fofoca e bajulação, é o que mais se escuta, afinal, na bilé e incapaz disputa radical, entre os dois candidatos a gestores, das extremas esquerda e direita, na partidária “pista de dança” dos “coliseus” dos caricatos eleitores, idolatradores dos sorrateiros emblemas da leda mutreta comunitária, da extremista lambança dos fariseus e caricatos atores politiqueiros… (1)

Na dura campanha eleitoral, a fissura da barganha do pessoal que adota a opção de bajular candidato e vota, na intenção de esperar, de um bosta ingrato, alguma gratidão, vai de fato ficar na mão.

É assim em qualquer ruim peleja de toda eleição. Quem tiver, enfim, boa visão, que veja.

O eleitorado, idiota sem educação, vai brigando e se alaga na descompostura, porém Edmilson Rodrigues (PSOL) e o Delegado Eguchi (Patriota) é que estão disputando a vaga pela prefeitura de Belém.

Ambos pretendentes ao posto de gestor municipal têm antecedentes do desgosto infrator judicial.

Ano passado, Eguchi bajulou os produtores rurais (2) e seu plano de ser empossado como superintendente do Ibama fracassou e ele foi acusado imediatamente, pelos trabalhadores, fiscais, sem partido, da referida instituição, de ter cometido, com a indevida falação patética, uma atrevida infração ética. (3)

Este ano o candidato a mandatário de Belém, manteve o plano caricato e sectário de dizer que o empresário é “gerador de riqueza estadual” (4) e desfazer do solidário trabalhador, por ser um sectário bajulador da grandeza patronal. (Vídeo)

Por outro lado, em 2016, Edmilson foi acusado de infringir as leis, ao ter comprado livros sem licitação legal, quando estava a frente da gestão municipal, de 1997 a 2005.

Como a decisão judicial cabe recurso, o acusado pode disputar a eleição municipal e informou, através de nota, assinada por Araceli Lemos, presidente do PSOL de Belém, que a sentença é “equivocada” e “eivada de inconsistências e adjetivações impróprias”.

A referida dirigente disse à imprensa que “causa estranheza uma decisão como essa ser emitida doze anos após o fim da gestão de Edmilson e às vésperas do período eleitoral”. (5)

Não tenho feito e nem farei campanha pra quem tiver uma porção de desempenho sem respeito e quer dizer e fazer enganação, para vencer um pleito, pois sei da manha de qualquer um que se assanha em querer ser eleito e depois ignora o favor do eleitorado, na hora em que for empossado. (6)

Se tiver alguma exata, amiga e excelente exceção, numa candidatura política qualquer, novata ou antiga, realmente, então, se alguém souber, nesta data, que me diga.

Nos dilemas da leda mutreta, do centro político nojento e fatídico, e das extremas esquerda e direita, nem quero me envolver, não…

Eu somente gostaria de saber, então, sinceramente, quem poderia me responder uma questão pertinente…

Será que nem a eleição em Belém haverá de trazer a solução para o extremismo crítico ordinário do fanatismo político partidário?

Suponho que não e nem sonho com a realização, a curto prazo, afinal, da reformulação do medonho e bruto descaso eleitoral.

O imediatismo do eleitorado, que tem um egoísmo comprovado, sempre é vendido e inserido no esgoto, pela má fé de um e/ou outro partido escroto…

Se a bajulação e o rito da hipocrisia de algum “mito” prevalece na eleição, o grito da cidadania emudece sem opção…

Todavia, a fala da inspiração da apartidária poesia guerreira e veemente jamais se cala e faz contestação, em paz, na sala da ordinária confraria politiqueira, negligente, incapaz de fazer alguma ação comunitária, e que somente vai atrás de enriquecer, com a corrupção, impunemente…

Eu não tenho simpatia por quase nenhuma candidatura que apareceu nesta nação desgovernada e desdenho da hipocrisia sem base, de toda criatura que se presta à bajulação interesseira, desavergonhada, ao desempenho de fria postura de uma funesta facção politiqueira desqualificada…

Com relação disputa eleitoral em Belém, vou dizer, numa rimada, o som de uma opinião justa e imparcial, que convém ser dada, sem hesitação.

Embora não seja bom, até agora, Edmilson, para mim, parece ser o menos ruim! E 45% do eleitorado de Belém, enfim, no momento, tem pensado, também, assim… (7)

Eu me mantenho sem “mito”“E tenho dito”…

Paulo Marcelo Braga 📜✍️
(Belém, 21/11/2020)⏳🕡⭐

Referências Bibliográficas:

(1)
Segundo turno em Belém: Edmilson e Eguchi trocam acusações no primeiro debate
Redação Notícias
20 de novembro de 2020 10:30
👇
https://br.noticias.yahoo.com/segundo-turno-em-belem-edmilson-e-eguchi-trocam-acusacoes-no-primeiro-debate-133033219.html

(2)
Candidato à superintendência do Ibama no Pará é denunciado por desrespeito ao Código de Ética
Vandré Fonseca
segunda-feira, 7 janeiro 2019 20:00
👇

Candidato à superintendência do Ibama no Pará é denunciado por desrespeito ao Código de Ética

(3)
Candidato à superintendência do Ibama no Pará promete não prejudicar produtores
Daniele Bragança
sexta-feira, 4 janeiro 2019 23:37
👇

Candidato à superintendência do Ibama no Pará promete não prejudicar produtores

(4)
O ESQUISITO AMÉM DO “MITO” DE BELÉM
Em Belém, a população, enfim, terá que escolher, pelo jeito, quem é a opção menos ruim, para exercer a função de prefeito… 🤬
Por Paulo Marcelo Braga ✍️
(Belém, 18/11/2020) ⏳🕔✨
WordPress
👇
https://paulomarcelobraga.wordpress.com/2020/11/19/o-esquisito-amem-do-mito-de-belem/

(5)
Candidato do PSOL em Belém é condenado por improbidade
O deputado federal Edmilson Rodrigues respondia a um processo pela compra de livros sem licitação quando era prefeito
Por Kalleo Coura
15 ago 2016, 16h27 – Publicado em 15 ago 2016, 13h57

👇
https://veja.abril.com.br/politica/candidato-do-psol-em-belem-e-condenado/

(6)
QUAL MOTIVO LEVA CANDIDATOS A ENGANAREM OS ELEITORES?
👇

Qual motivo leva candidatos a enganarem os eleitores?

(7)
Pesquisa Ibope para o 2º turno em Belém: Edmilson Rodrigues, 45%; Delegado Federal Eguchi, 43%

Brancos e nulos somam 8%; não sabem ou não responderam 4% dos eleitores. Levantamento foi feito entre os dias 18 e 20 de novembro e ouviu 602 pessoas na cidade de Belém.”
Por G1 PA — Belém 21/11/2020 12h11
👇
https://g1.globo.com/pa/para/eleicoes/2020/noticia/2020/11/21/pesquisa-ibope-para-o-2o-turno-em-belem-edmilson-rodrigues-45percent-delegado-federal-eguchi-43percent.ghtml

METAMORFOSE AMBULANTE

METAMORFOSE AMBULANTE
🎶Eu quero dizer agora o oposto do que eu disse antes/Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante🎶
Composição: Raul Seixas
Interpretação: Marta
Desafinação:
Paulo Marcelo Braga
Local e data da gravação:
Belém,18/11/2020
👇
Quem clicar no link, que encaixo aí embaixo, poderá escutar a feliz desafinação que fiz da linda e também inspirada canção METAMORFOSE AMBULANTE, de Raulzito, o anjo pop do infinito, interpretada pela internauta Marta, de forma exata.

https://m.starmakerstudios.com/d/playrecording?app=sm&from_user_id=562949958142581&is_convert=true&recordingId=562949966870064&share_type=whatsapp

ORAÇÃO VERDADEIRA

ORAÇÃO VERDADEIRA
(Pela nação brasileira)

No Brasil, o presidente é o catalisador de uma reação mitólogica em cadeia, de um imbecil, senil e deprimente fator de uma encenação “patriótica”, bem feia, contracenando num palco religioso, com a agressão ilógica,que ninguém freia, de um bando fraco, raivoso e mentiroso.

Um bando de falso moralista brota, (ai, ai…) 😒posando de nacionalista, no espaço conservadorista idiota e vai se apertando no laço vigarista…

Ó Deus, proteja esta nação emergente, da presepada e da hipocrisia sacana dos fariseus da igreja funesta, tão crente na tresloucada mitologia bolsonariana!

Amém!

Paulo Marcelo Braga 📜✍️
(Belém, 20/11/2020)⏳🕣✨

O ESQUISITO AMÉM DO “MITO” DE BELÉM

O ESQUISITO AMÉM DO “MITO” DE BELÉM

Tem um infeliz sujeito, candidato a prefeito de Belém, que diz “amém” ao empresariado explorador do eleitorado trabalhador.

Candidato a mandatário, caricato idolatrador de empresário, que faz desacato a trabalhador é capaz de ser grato a eleitor?🤔💬

O ingrato defeito da radical língua discriminatória tem deixado à míngua a trajetória de um candidato a prefeito municipal!

O blablablá, ouvido como desacato, de um candidato a gestor, ingrato ao trabalhador, não será esquecido na eleição… Ou será que será???😏🗳️

O policial federal, candidato a gestor da prefeitura de Belém, além de esquisito, vai mal e, de fato, como defensor cara dura do bilé rito empresarial, é ingrato ao trabalhador, que já nem atura pontapé de “mito radical”, de caricato promotor de descompostura, de má fé e de faniquito boçal…

Ao ser entrevistado, ele disse um bocado de idiotice, idolatrando o canalha “empresariado gerador de riqueza”, desvalorizando o eleitorado que trabalha, como condenado, superando a dor da esperteza de um bando endinheirado, que o está levando a pobreza e o deixando desamparado, desrespeitado, mal remunerado e, afinal, escravizado.

Bem, se existe empresário gerando riqueza solidária, também tem o triste e ordinário explorando a pobreza comunitária. A empreitada de importância honrosa e simplória, do exato povo trabalhador da capital, foi menosprezada, pela arrogância da prosa discriminatória do candidato a novo gestor, defensor empresarial.

Apelidado de “filhote do presidente brasileiro” e considerado um forte agente politiqueiro, o infeliz que disputará o segundo turno eleitoral diz um blablablá imundo e irracional, uma afronta, com imprudência sectarista bruta, contra o dom da essência trabalhista justa.

Coitado do trabalhador estadual. Como não bastasse um tresloucado ge$tor federal que idolatrasse o empresariado, surgiu outro imbecil escroto na capital do Pará.

Pobre caricato, defensor de nobre candidato a ser um gestor idolatrador de ilegal patrão ruim, merece sofrer a dor da patronal exploração… Assim parece…

Em Belém, a população, enfim, terá que escolher, pelo jeito, quem é a opção menos ruim, para exercer a função de prefeito…

Tem tanta opção desqualificada que aparece na eleição, com presepada… E nem adianta reclamação, formulada pela população bem informada, pois não dá em nada, depois que a apuração é encerrada e a população que vive brigando, por político enganador, inclusive, fica amargando crítico dissabor, sem trégua na luta imbecil… “Égua” do Brasil “pai d’égua”.Puta que pariu”…🤬

Paulo Marcelo Braga 📜✍️
(Belém, 18/11/2020) ⏳🕔⛅